Pular para o conteúdo principal

HALLOWEEN DO SACI

O QUE É HALLOWEEN?


Halloween (também conhecido como Dia das Bruxas) é o nome de uma celebração muito popular em alguns países de língua anglo-saxônica (especialmente nos EUA) cujo significado se refere à noite sagrada de 31 de Outubro, véspera do feriado religioso “Dia de Todos os Santos”.
A tradição do Halloween foi levada pelos irlandeses para Estados Unidos, onde a festa é efusivamente comemorada. Os símbolos principais são as fantasias de bruxas e a abóbora com feições humanas iluminada através de uma vela acesa.

No Brasil também se comemora o Halloween em festas particulares, principalmente em casas noturnas. Mas não atrai forte adesão popular como nos Estados Unidos e outros países.
Segundo alguns autores, uma das origens do Halloween pode ter ocorrido entre o povo celta, através das festividades pagãs do fim do período de verão e início do inverno, o “Festival de Samhain”, que acontecia no final do mês de Outubro. Acreditava-se que nesta data, os espíritos dos mortos regressavam para visitar as suas casas e também poderiam surgir assombrações para amaldiçoar os animais e as colheitas. Todos os símbolos utilizados pelos celtas tinham como objetivo afastar os maus espíritos.

A origem católica do Halloween coincide com a festa de Todos os Santos sendo determinado pela Igreja Católica o dia 1 de Novembro para as celebrações. No dia 31 de Outubro acontecia uma vigília de preparação denominada “All Hallow’s Eve” (Véspera de Todos os Santos). Após transformações, a expressão permaneceu na sua forma atual.
O QUE É O DIA DO SACI?


Esqueça o Halloween: hoje, 31 de outubro, é Dia do Saci. Isso. Do saci.
A data comemorativa foi criada há menos de uma década para exaltar o folclore brasileiro, em oposição ao feriado do Dia das Bruxas, festejado nos Estados Unidos e em outros países de língua inglesa. A ideia é chamar atenção para as lendas nacionais que são pouco difundidas nos dias de hoje. Existe até uma organização sobre o tema, a Sociedade dos Amigos do Saci (Sosaci), que tem 1.100 integrantes.
Claro, a festividade não é para ser levada tão a sério. O grupo nasceu em 2003 entre pessoas que estudam o saci e outros mitos. Alguns associados, aliás, juram ter visto a criatura. Naquele mesmo ano, dois projetos de lei de autoria de Ângela Guadagnin e Aldo Rebelo foram propostos para instituir o Dia do Saci no calendário oficial, mas ficaram arquivados.
O Estado de São Paulo, no entanto, oficializou a data com a Lei nº 11.669, de 13 de janeiro de 2004, e outros dez municípios fizeram o mesmo: São Paulo, São Luiz do Paraitinga, São José do Rio Preto, Guaratinguetá e Embu das Artes (SP); Vitória (ES); Poços de Caldas e Uberaba (MG); e Fortaleza e Independência (CE).
Nas redes sociais, a data já parece ter “colado”. O saci entrou na lista de assuntos mais comentados do Twitter. Junto com o Halloween, claro.



A PROFª FABIANA (ED.FÍSICA) E A PROFª  EDILENE (DIRETORA ADJUNTA)  FIZERAM NO DIA 31 O 
HALLOWEEN DO SACI




 PARTICIPARAM AS TURMAS: EI - 31, 
EI - 11, EI - 12, EI - 21, CLASSES ESPECIAIS 1 E 2 E PROJETO BROTINHO




FOI EXPLICADO O QUE ERA O HALLOWEEN E O DIA DO SACI, QUE FOI LINDAMENTE INTERPRETADO PELO ALUNO 
GABRIEL (T. 1401)



DEPOIS ASSISTIRAM AO FILME "BRUXARIAS NO ANIVERSÁRIO" (TURMA DA MÔNICA) E BRINCARAM DE DANÇA DA VASSOURA





 DANÇA DA ESTÁTUA MONSTRO, DANÇA DAS CAVEIRAS, PELARAM COMO O SACI, COLOCARAM A MÃO  NO CALDEIRÃO DA BRUXA,




E, PARA FINALIZAR, COMERAM PIPOCA E TOMARAM O "DRINK DO DRÁCULA" (SODA, GROSÉLIA E DENTADURA DE BALA)

Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

1302 - REDESCOBRINDO O BRASIL - PROFª CARMEM LÚCIA

A PROFª CARMEM LÚCIA VEM TRABALHANDO COM SEUS ALUNOS O DESCOBRIMENTO DO BRASIL E TODOS OS TIPOS DE CULTURA QUE AQUI CHEGARAM. UTILIZANDO COMO AMBIENTES A SALA DE AULA E A SALA DE LEITURA, ELA TRABALHOU A CHEGADA DOS NEGROS NO BRASIL E SUA CULTURA. LEU PARA ELES LIVROS COM CONTOS E LENDAS AFRICANAS, MOSTROU O MAPA DO MUNDO LOCALIZANDO ONDE FICA O CONTINENTE AFRICANO E O CAMINHO QUE ELES PERCORRERAM ATÉ CHEGAR NO BRASIL TRAZIDOS COMO ESCRAVOS PELOS PORTUGUESES. ASSIM COMO SUAS COMIDAS, DANÇAS E RELIGIÃO.
FEZ UMA BELÍSSIMA REFLEXÃO SOBRE A DISCRIMINAÇÃO E UM DEBATE PARA SABER QUEM ERA NEGRO OU BRANCO NA TURMA, ONDE ELES DESCOBRIRAM QUE MESMO O ALUNO COM A PELE MAIS CLARINHA, TINHA CARACTERÍSTICAS DA RAÇA NEGRA, POIS EM SUA FAMÍLIA HAVIA DESCENDENTES NEGROS .
ISSO É SÓ O COMEÇO. ACOMPANHE NOSSO BLOG, POIS ESSE MARAVILHOSO PROJETO AINDA NÃO TERMINOU.
CONFIRA COMO FOI A CONFECÇÃO DAS MÁSCARAS AFRICANAS. (CLIQUE NAS IMAGENS PARA AMPLIAR)

As Máscaras Africanas povoam há milênios o imaginário de grand…

DIA DO ÍNDIO - ED. INFANTIL, CRECHE E ARTES

O DIA DO ÍNDIO FOI COMEMORADO COM MUITA ALEGRIA NO CIEP. A EDUCAÇÃO INFANTIL DANÇOU AO SOM DE MÚSICAS QUE FALAVAM DOS HÁBITOS E COSTUMES DOS INDÍGENAS NA EDUCAÇÃO FÍSICA, FIZERAM LINDOS INDIOZINHOS COM AS MÃOZINHAS PINTADAS DE GUACHE, PINTARAM O ROSTO E COLOCARAM O COCAR. ERAM VERDADEIROS GUERREIROS DA ALEGRIA. CONFIRA ABAIXO COMO FOI DIVERTIDO!


A PROFESSORA DE ARTES BETE FEZ COM SEUS ALUNOS COLARES E CORDÕES INDÍGENAS E UTILIZOU DE MATERIAL CORDÃO ENCERADO E CAPAS DE REVISTA E ENCARTES. (clique nas fotos para ampliar)
A PROFESSORA DE ARTES MÁRCIA GIOVANA PRODUZIU COM SEUS ALUNOS IMITAÇÕES DE MÁSCARAS INDÍGENAS UTILIZANDO DE MATERIAL PRATO DE PAPELÃO, PAPEL CREPOM E GUACHE.



















 TRABALHO SOBRE TRANÇADO INDÍGENA,




















 E PINTURAS DO DIA A DIA DOS ÍNDIOS COM GUACHE.

O CIEP NA RIO +20

ALGUMAS CONSIDERAÇÕES SOBRE A RIO+20
A Conferência das Nações Unidas sobre o Desenvolvimento Sustentável, a RIO+20, foi realizada de 13 a 22 de junho de 2012, na cidade do Rio de Janeiro.  A RIO+20 é assim conhecida porque marca os vinte anos de realização da Conferência das Nações Unidas sobre Meio Ambiente (RIO-92) e deverá contribuir para definir a agenda do desenvolvimento sustentável para as próximas décadas. Considerando a importância dessa Conferência para o coletivo da escola e sua contribuição para a construção de um mundo sustentável, a U.E criou um fórum de discussão (assembléias), um concurso de desenho RIO+20 com o tema “A TERRA DAQUI A 50 ANOS”, aproveitando uma ideia lançada à algum tempo pela revista “CIÊNCIA HOJE” que premiará os desenhos mais originais e fez o plantio de uma árvore comemorativa a essa conferência.