Pular para o conteúdo principal

20 de Abril - MONTEIRO LOBATO

A 8ª CRE REALIZOU UMA EXPOSIÇÃO EM HOMENAGEM AO DIA DO LIVRO COMEMORADO NO ÚLTIMO DIA 18 DE ABRIL COM O TEMA:
"MONTEIRO LOBATO: ONTEM, HOJE, SEMPRE"

O ENCONTRO REUNIU VÁRIAS ESCOLAS DA 8ªCRE RESULTANDO NA APRESENTAÇÃO DE VÁRIO TRABALHOS REALIZADOS PELAS SALAS DE LEITURA DAS ESCOLAS.

DANÇA, TEATRO, MAQUETES, LIVROS, TEXTOS, CARTAZES FORAM ALGUMAS FORMAS DE APRESENTAÇÃO DOS TRABALHOS.

CONFIRA UM POUCO DO QUE ROLOU.
































NOSSOS ALUNOS DO EI 41 e EI 42, da 1101 e 1102 e da 1201 e 1202 participaram da seguinte forma:

EDUCAÇÃO INFANTIL:
foram apresentados ao autor e aos personagens do Sítio do Pica Pau Amarelo, dançaram a música da Emília, tiveram contação de história do livro "A Pílula Falante - De Como Emília Começou a Falar e Não Parou Mais" e produziram um cartaz para a exposição utilizando suas mãozinhas para fazer o cabelo de Emília.

















1º ANO:
foram apresentados ao autor e aos personagens do Sítio do Pica Pau Amarelo, e produziram uma maquete do Sítio do Pica-Pau Amarelo
























2º ANO:
foram apresentados ao autor e aos personagens do Sítio do Pica Pau Amarelo e confeccionaram uma Tia Nastácia de vareta e papel.

























Comentários

Postagens mais visitadas deste blog

28 de SETEMBRO - TEATRO DA CEG

O CIEP TEVE A HONRA DE RECEBER UM MARAVILHOSO TEATRO E UMA PALESTRA EDUCATIVA DA COMPANIA ESTADUAL DE GÁS. NOSSO ALUNOS AMARAM!!! CONFIRA COMO FOI. "MANUAL PARA UM FUTURO LEGAL"




CURTAM  A PÁGINA DELES NO FACEBOOK https://www.facebook.com/manualparaofuturolegal/?ref=br_tf













E SE VOCÊ PERDEU O TEATRO OU FICOU COM CURIOSIDADE ASSISTA EM  http://www.manualparaofuturolegal.com.br/

DIA DO ÍNDIO - ED. INFANTIL, CRECHE E ARTES

O DIA DO ÍNDIO FOI COMEMORADO COM MUITA ALEGRIA NO CIEP. A EDUCAÇÃO INFANTIL DANÇOU AO SOM DE MÚSICAS QUE FALAVAM DOS HÁBITOS E COSTUMES DOS INDÍGENAS NA EDUCAÇÃO FÍSICA, FIZERAM LINDOS INDIOZINHOS COM AS MÃOZINHAS PINTADAS DE GUACHE, PINTARAM O ROSTO E COLOCARAM O COCAR. ERAM VERDADEIROS GUERREIROS DA ALEGRIA. CONFIRA ABAIXO COMO FOI DIVERTIDO!


A PROFESSORA DE ARTES BETE FEZ COM SEUS ALUNOS COLARES E CORDÕES INDÍGENAS E UTILIZOU DE MATERIAL CORDÃO ENCERADO E CAPAS DE REVISTA E ENCARTES. (clique nas fotos para ampliar)
A PROFESSORA DE ARTES MÁRCIA GIOVANA PRODUZIU COM SEUS ALUNOS IMITAÇÕES DE MÁSCARAS INDÍGENAS UTILIZANDO DE MATERIAL PRATO DE PAPELÃO, PAPEL CREPOM E GUACHE.



















 TRABALHO SOBRE TRANÇADO INDÍGENA,




















 E PINTURAS DO DIA A DIA DOS ÍNDIOS COM GUACHE.

1° DE SETEMBRO - DESFILE CÍVICO

Para discutirmos o sentido do Desfile Cívico de 7 de setembro precisamos realizar uma contextualização histórica em relação aos usos e significados que foram sendo atribuídos a este evento, bem como contextualizá-lo em relação a quatro conceitos os quais, embora muito semelhantes quanto ao seu uso na linguagem cotidiana, guardam especificidades, e que são NACIONALISMO, PATRIOTISMO, CIVISMO e CIDADANIA.





Comemorações do 7 de setembro aconteciam, de maneira relativamente informal e espontânea, desde a proclamação da República (1889) e originalmente havia apenas um Desfile Militar nas capitais, até porque os primeiros governos republicanos não haviam definido se a grande data nacional seria esta, o 15 de novembro, data da Proclamação da República ou o 21 de abril, dia de Tiradentes.







Foi no primeiro governo de Getúlio Vargas que os estudantes e algumas agremiações e Sindicatos foram agregados ao Desfile.

A “era Vargas”, muito embora possa ser dividida em 3 partes (governo ditatorial, de 1930-…